O imaginário feminino é formado de diferentes imagens, conceitos e tradições que atravessam anos, décadas, às vezes, séculos.

Tradicionalmente, ser mulher implica em ser mãe e, também tradicionalmente, antes ser mãe é preciso ser noiva.

Ocorre que entre a noiva e a mãe está a dona de casa…

E me veio à mente  a casinha com cerca branca e floreiras…

Sonho da mulher americana da década de 60 que, ansiosamente, esperava o marido voltar para casa com o jantar servido e um drink nas mãos, essa imagem ficou perpetuada através das séries televisivas.

Ao contrário da mulher contemporânea, que ainda busca no branco a sensação de paz e que troca a cerca com floreiras por um cantinho aconchegante.

De qualquer forma, toda trilha se inicia com o primeiro passo. Neste caso, o primeiro passo é ser noiva!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s